Notícias

Titã, a maior lua de Saturno, possui um corredor de gelo, segundo estudo

Compartilhe:     |  2 de maio de 2019

Um estudo publicado no periódico Nature Astronomy mostrou evidências da existência de um corredor de gelo em Titã, a maior lua de Saturno.

O corredor se estende por quase metade do entorno do satélite, alcançando 40% de sua circunferência, o equivalente a 6,3 mil quilômetros.

“Esse corredor de gelo é impressionante, pois não se compara com nenhuma característica ou medida da subsuperfície”, contou a cientista Caitlin Griffith, da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, em comunicado.

Griffith e sua equipe chegaram aos resultados ao analisar com espectroscopia no infravermelho imagens espectrais tiradas pela sonda Cassini, da NASA, que também já chegou a mostrar que Saturno nem sempre teve anéis.

Os pesquisadores realizaram ainda uma análise de componentes principais para refinar características da superfície da Titã cujos dados estavam mais obscuros.

Titã, a maior lua de Saturno (Foto: NASA)

“A nossa análise de componentes principais indicou que a água sólida é distribuída desigualmente, mas não de modo aleatório, exposta ao longo da superfície tropical de Titã”, um dos autores escreveu no estudo.

Ainda não é claro, no entanto, como a estrutura de gelo se encaixa na composição da lua. A superfície de Titã é coberta por sedimentos orgânicos que têm origem nas moléculas de metano da atmosfera e que se quebram em função da luz do Sol.

De acordo com o estudo, o gelo pode ser uma relíquia de uma era passada, podendo ser um legado de atividade de vulcões gelados que liberam substâncias voláteis como água, amônia ou metano no lugar de magma.



Fonte: Revista Galileu



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Primeiros socorros: o que fazer quando o seu pet precisa de ajuda

Leia Mais