Notícias

Um ano após período de mortandade, população de golfinhos da Baía de Sepetiba se recupera

Compartilhe:     |  4 de fevereiro de 2019

Biólogos acreditam que a população de botos cinza da Baía de Sepetiba está se recuperando, um ano depois de um período de mortandade, causada por causa de um vírus. Na ocasião, mais de 200 animais foram encontrados mortos.

Acompanhados do biólogo Leonardo Flach, do Instituto Boto Cinza, uma equipe do Bom Dia Rio navegou pela baía e constatou vários grupos de golfinhos e até um recém-nascido entre eles.

O vírus que causou a mortandade do fim de 2017 e início de 2018, o mobilivírus, atacava os sistemas respiratório e nervoso e os animais mal podiam respirar. O cenário agora é bem diferente, mas os especialistas seguem em alerta para outras ameaças.

“Nós temos o problema do esgoto, tanto de fonte industrial quanto de doméstica, que adentra o ecossistema marinho e causa mortandade nesses animais. O que a gente precisa é que o poder público faça ações para poder diminuir esse impacto”, diz Flach.

 



Fonte: Anda - G1



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais