Notícias

União Europeia investe 500 milhões para abolir testes em animais

Compartilhe:     |  29 de novembro de 2018

No último dia 20, Elżbieta Bieńkowska, Comissária de Mercado Interno e da Indústria, afirmou que a União Europeia (UE) está “completamente comprometida” em acabar com o teste em animais na indústria de cosméticos.

O anúncio foi feito na Conferência anual da Parceria Europeia para Abordagens Alternativas (EPAA), de acordo com o Euractiv. Até agora, o bloco já investiu 500 milhões de euros em projetos para substituir o uso de animais.

O teste de irritabilidade dos olhos é um dos mais comuns na indústria de cosméticos, nos quais são utilizados coelhos. (Foto: pixabay)

Um dos objetivos principais da EPAA é eliminar testes desnecessários. “Nós não sugerimos um substituição de testes, apenas que eliminem um teste sem valor científico”, disse Katrin Schotte, da Direção Geral do Meio Ambiente da União Europeia.

“Nós concordamos que é preciso fazer uma mudança para um sistema mais confiável e humano. Porém, isso requer que muitos métodos sejam extintos”, disse Robert Landsiedel, representante da BASF, durante a discussão.

Histórico

Há cinco anos, a União Europeia votou pelo fim da venda de cosméticos testados em animais. A medida inspirou outros países, como Coreia do Sul, Índia e Nova Zelândia.

Em maio, o bloco reiterou o compromisso de acabar com o uso de animais na indústria de cosméticos mundialmente. Em votação, 620 representantes do Parlamento Europeu votaram a favor da proibição. A votação foi uma resposta a petição formal feita pela The Body Shop e pela Cruelty Free International.



Fonte: Anda - Ana Laura Essi



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais