Notícias

UNIDO discute com SEBRAE parcerias para desenvolver cadeia de biogás no Brasil

Compartilhe:     |  20 de fevereiro de 2019

O representante da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) para Brasil e Venezuela, Alessandro Amadio, participou na semana passada (15) de reunião em Foz do Iguaçu (PR) com representantes do SEBRAE dos estados de Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso para discutir parcerias no desenvolvimento da cadeia de biogás no Brasil.

A reunião também teve a participação do diretor presidente do Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás), Rodrigo Galvão. A agenda incluiu visita ao projeto Entre Rios do Oeste-PR, com a presença do vice-prefeito, Ari Maldaner, e do secretário de Agricultura, Gilmar Backes, além da equipe técnica responsável pela execução da iniciativa.

A comitiva também visitou a Cerâmica Stein, que utiliza o biogás na geração de energia elétrica para autoconsumo — um exemplo de complexo agroindustrial com produção animal na mesma propriedade e que utiliza dejetos para produzir biogás na geração de energia elétrica.

A agenda foi finalizada com palestra na Unidade de Demonstração de Produção de Biogás, purificação e refino para biometano, com a presença do diretor-presidente do CIBiogás. A comitiva acompanhou o recebimento e tratamento dos dejetos recebidos, a geração de biogás, o refino para conversão em biometano e o abastecimento da Frota de Ciclo Otto de Itaipu.

Projeto Biogás Entre Rios do Oeste

O projeto de Entre Rios do Oeste é denominado “Arranjo Técnico e comercial de geração distribuída de energia elétrica a partir do Biogás de Biomassa residual da suinocultura em propriedades rurais”.

Os benefícios são o tratamento dos dejetos animais transformando um passivo ambiental em ativo energético, geração de energia elétrica com biogás, geração de biofertilizante produzido na biodigestão dos dejetos e a geração de renda e fortalecimento da agricultura familiar no município.

O projeto foi financiado pela Fundação do Parque Tecnológico de Itaipu – PTI e Prefeitura Municipal do Entre Rios do Oeste (PR), em um total de 19 milhões de reais.



Fonte: ONUBr



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Cadela cega explorada para reprodução é salva e se torna amiga de menino com deficiência

Leia Mais