Notícias

Uso de melatonina para regular o sono no início do horário de verão é polêmico

Compartilhe:     |  18 de outubro de 2014

O horário de verão começa neste sábado, à meia-noite, e muita gente já está preocupada em adaptar a rotina de sono à perda de uma hora no dia. Para combater a dificuldade de dormir, mais e mais pessoas têm recorrido à melatonina, hormônio que regula o relógio biológico. Apesar de rotuladas como suplemento natural, as pílulas são um medicamento, que pode trazer riscos se o uso não for orientado por um médico.

O produto não é comercializado no Brasil porque não possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O consumo, no entanto, é livre. De acordo com a reguladora, a importação para uso é permitida, e a compra pode ser feita em viagens ao exterior ou sites estrangeiros.

A melatonina é produzida naturalmente pelo organismo na glândula pineal. Ela colabora com o funcionamento normal do ciclo circadiano, mecanismo que faz surgir a vontade de dormir à noite e de acordar de dia. No entanto, a exposição intensa a ambientes iluminados após o anoitecer, algo típico da vida moderna, bloqueia a produção do hormônio, o que acaba desregulando o sono.

— Jamais se recomenda o uso de melatonina para driblar essa desregulação. Em vez disso, deve-se melhorar a higiene do sono — diz o neurologista Daniel Campinho Schachter, do Hospital São Vicente de Paulo e membro da Academia Brasileira de Neurologia. — As doses do hormônio são maiores do que as produzidas pelo corpo, e todo remédio tem risco potencial.

Segundo o especialista, o horário de verão quase não impacta o organismo. Em dois ou três dias, o corpo já está totalmente adaptado. O segredo é encarar a mudança com naturalidade.

— Como a previsão do tempo para amanhã é de sol, o ideal é aproveitar para se expor à luz natural durante o dia e fazer atividade física. Isso ajuda a regular o ciclo circadiano — aconselha.

A higiene do sono também é útil para quem tem dificuldade de se acostumar aos relógios adiantados. Alimentar-se bem, ingerir bastante líquido, não ver televisão antes de dormir nem deixá-la ligada ao longo da noite e manter o quarto escuro e confortável são medidas importantes.

 



Fonte: Extra



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais