Notícias

Vacina da Moderna aumenta anticorpos contra Sars-CoV-2 em testes iniciais

Compartilhe:     |  16 de julho de 2020

Um estudo publicado nesta quarta-feira (15) no The New England Journal of Medicine revela que a vacina mRNA-1273, desenvolvida pela empresa farmacêutica norte-americana Moderna, demonstrou bons resultados nos primeiros testes clínicos realizados.

A vacina foi projetada para induzir a produção de anticorpos neutralizantes direcionados a uma região específica da proteína spike, utilizada pelo novo coronavírus para se ligar e entrar nas células humanas. A fase inicial de testes contou com a participação de 45 voluntários, com idades entre 18 e 55 anos.

Três grupos de 15 participantes receberam duas injeções intramusculares, com 28 dias de intervalo, de 25, 100 ou 250 microgramas (mcg) da vacina experimental. Embora mais da metade dos voluntários tenha relatado fadiga, dor de cabeça, calafrios, dor muscular ou dor no local da injeção, não houve problemas em relação à segurança do medicamento.

Segundo os especialistas, as duas doses da vacina elevaram os níveis de anticorpos neutralizantes contra o novo coronavírus em comparação ao observado em pacientes recuperados de Covid-19.

A fase 2 dos estudos clínicos da mRNA-1273 começou a ser realizada em maio e, se tudo der certo, a terceira etapa de análises terá início ainda em julho.



Fonte: Revista Galileu



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais