Notícias

Vaticano sugere boicote ao consumo e às empresas que não respeitam o meio ambiente

Compartilhe:     |  4 de julho de 2020

Papa Francisco é um dos porta-vozes contemporâneos mais importantes da luta ambiental. O pontífice já pediu pelo desinvestimento fóssil e já se colocou várias vezes como crítico do aquecimento global. Dessa vez, o Vaticano praticamente pede por um boicote a empresas que não respeitam o meio ambiente.

A Santa Sede publicou um documento chamado In camino per la cura della casa comune que traz um conjunto de orientações ambientais globais. Trata-se de um um texto feito de forma colaborativa por todos os departamentos do Vaticano para que a Igreja implemente ações concretas da Encíclica do Papa Francisco “Laudato Si”, entre elas um chamado a todas as instituições católicas para que evitem apoiar empresas que prejudiquem a ecologia humana ou social e a ecologia ambiental (por exemplo, os combustíveis fósseis).

É a primeira vez que o Vaticano se manifesta oficialmente nessa direção. Mas mostra coerência com o anúncio de que a Igreja está comprometida com o abandono de combustíveis fósseis. Em maio deste ano, 42 instituições em 14 países anunciaram esse compromisso.

O apelo do Vaticano mostra que qualquer tipo de fé religiosa pode se engajar na luta ambiental. Os valores proclamados no documento revelam um sentimento ético com os seres viventes no planeta Terra.

“Na raiz da crise ecológica está, de fato, a profunda crise moral e cultural que afeta nossas sociedades, marcada por um antropocentrismo individualista exasperado que levou, entre outras coisas, a alterar a relação entre o ser humano e a natureza, com as consequências que todos percebemos agora: «avançamos a toda velocidade, nos sentindo fortes e capazes em tudo. Ávidos por lucro, nos deixamos absorver pelas coisas e confusos pela pressa. […] não despertamos diante de guerras e injustiças planetárias, não ouvimos o clamor dos pobres e de nosso planeta gravemente enfermo. Continuamos destemidos, pensando em permanecer sempre saudáveis ​​em um mundo doente “. Sabemos bem que” não há duas crises separadas, uma ambiental e outra social, mas uma crise socioambiental única e complexa “, lê-se no documento.



Fonte: GreenMe - Gisella Meneguelli



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Doação de sangue em animais: como funciona e os requisitos para um animal ser doador

Leia Mais