Notícias

Veículos elétricos resfriam as ilhas de calor urbanas; tecnologia bate em 20% carros a gás

Compartilhe:     |  24 de março de 2015

Carros elétricos emitem 20% menos calor que aqueles movidos a gás, o que ajuda a mitigar o efeito de ilhas de calor urbanas e pode levar ao menor uso de ar condicionado em grandes cidades, de acordo com estudo publicado na Scientific Reports.

O calor que emana de veículos é contribuinte importante com o efeito – a diferença entre temperaturas de áreas altamente urbanizadas e as regiões rurais, mais frias -, e uma maior adoção de carros elétricos pode ajudar, dizem os pesquisadores.

Eles usaram dados de Beijing do verão de 2012 e calcularam a redução de calor em 1°C. Isto teria economizado à cidade 14.4 milhões de kilowatts/hora de eletricidade de ar condicionado e emissões de 11.779 toneladas de CO2. O processo de fabricação de veículos elétricos faz uso intensivo de energia e polui, nota o trabalho, mas o calor e emissão menores compensam.

“Não é fácil ver o grande quadro em questões como carros elétricos e aquecimento global, mas quando utilizamos uma abordagem holística, encontramos estas conexões inesperadas”, disse o co-autor Jianguo Liu, da Universidade Estadual de Michigan. O trabalho foi dirigido por Canbing Li, da Universidade de Hunan, na China.

Os autores advertem que diversos fatores podem influenciar o efeito de ilha de calor, nem todos eles tratados no estudo. Há, por exemplo, relatórios conflitantes com respeito ao impacto da redução da poluição de aerossóis. Estes fatores têm de ser considerados quando se pesa benefícios e desvantagens de substituir carros elétricos pelos convencionais, diz a Science Daily.

Foto: uveX/Pixabay/Domínio Público



Fonte: Planeta Sustentável - José Eduardo Mendonça



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Holanda se torna o primeiro país sem cães abandonados – e não precisou sacrificar nenhum

Leia Mais