Notícias

Verão exige cuidado com a saúde dos olhos; exposição à luz ultravioleta pode queimar a córnea

Compartilhe:     |  30 de janeiro de 2015

Além de precauções com a pele e a hidratação, o verão também requer atenção especial com os olhos. A exposição à luz ultravioleta do sol pode queimar a córnea.

— Para o início dos prejuízos aos olhos, nem é necessária exposição excessiva. Por isso, devemos redobrar os cuidados — explica o oftalmologista Bruno Guimarães Novaes, diretor médico do Hospital Oftalmológico Santa Beatriz, em Niterói.

Segundo o especialista, a utilização de óculos escuros com filtro solar é essencial. Os acessórios devem ser comprados sempre em óticas de confiança, nunca em camelôs. Usar bonés, permanecer na sombra e evitar sair nos horários de pico do sol são outras dicas importantes.

Nas praias, deve-se ter cuidado com o sal do mar e a areia, pois grãos podem entrar nos olhos e arranhar a córnea.

Além do sol, o verão traz riscos como a conjuntivite, doença comum na estação. Para preveni-la, é importante sempre lavar as mãos, não coçar os olhos e evitar ambientes fechados com aglomeração de pessoas, principalmente se alguma tiver os sintomas.

Desidratação

De acordo com o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, outro perigo é o de desidratação ocular, já que o calor facilita a evaporação das lágrimas.

— O organismo é composto em 60% por água. Perder 1,5% disso já indica uma leve desidratação, que tem reflexos no corpo todo, inclusive na visão. Os principais sinais são coceira, ardência, sensação de areia nos olhos, irritação, fotofobia e visão embaçada — diz.

A principal causa de olhos secos, no entanto, está ligada à permanência prolongada em frente à televisão ou ao computador. O ideal é fazer uma pausa a cada dez minutos para descansá-los.



Fonte: Extra



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais