Notícias

Vídeo mostra opções ecológicas para substituir absorventes descartáveis

Compartilhe:     |  12 de junho de 2014

O Mooncup é um coletor menstrual produzido com silicone e que pode ser reutilizado por 10 anos.
Foto :Morada da Floresta

Trazidos dos Estados Unidos para o Brasil na década de 30, os absorventes descartáveis logo se tornaram utensílio imprescindível para as brasileiras. Entretanto, o impacto ambiental causado por esses itens aparentemente inofensivos podem ser grandes.

Uma mulher utiliza mais de onze mil absorventes descartáveis na vida. Cada um deles, pode levar até cem anos para se decompor – é possível ter uma dimensão dos estragos que um utensílio tão simples e prático pode causar. Além da preocupação com o meio ambiente, o processo industrial pelo qual eles passam podem deixar resíduos que causam danos à saúde feminina.

Existem soluções para esse problema, sendo que uma delas está no exemplo dado pelas avós, que viveram antes da popularização dos descartáveis. As antigas toalhinhas hoje são produzidas com algodão antialérgico e foram batizadas de absorventes ecológicos.

A Morada da Floresta é exemplo de empresa que produz esse tipo de produto. Em sua loja virtual, é comercializada dois tipos: o ecoabsorvente e o bioabsorvente. Outra alternativa, é o coletor menstrual. Chamado de Mooncup, ele é feito de silicone, possui formato de taça e pode ser reutilizado por aproximadamente dez anos.

Para entender como funcionam essas opções ecológicas, confira abaixo o vídeo com Ana Paula Spinola, idealizadora da Morada da Floresta:



Fonte: Redação CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais