Notícias

Você foi atingido por água-viva? Especialistas dão dicas de como proceder

Compartilhe:     |  25 de dezembro de 2018

Veja, a seguir, perguntas e respostas sobre como tratar o ferimento por água-viva:

1 – O ferimento por água-viva é uma queimadura? Não. Tecnicamente, não podemos dizer que é queimadura. É um envenenamento da pele, devido às toxinas liberadas pela água-viva.

2 – Quais são os cuidados a se fazer quando for atingido por uma água-viva? Pode lavar o local do ferimento com água do mar? Sim. O veneno de água-viva é diferente de uma para a outra espécie. Uma pessoa que se fere e está sentido dor deve fazer uma compressa de água do mar gelada no local. A compressa do mar tem um efeito analgésico. Também pode lavar com soro para tratar os sintomas.

3 – Pode passar xixi, sabão ou limão no local? Não. Isso pode irritar ainda mais a área ferida e causar problemas maiores.

4 – Pode lavar com vinagre? Sim. Os tentáculos têm umas partículas que parecem agulhas. São essas células que disparam o veneno. Se jogar água doce, essas células disparam e aumenta a dor. Lavar com vinagre não deixa essas células dispararem e diminui o envenenamento da pele.

5 – As águas-vivas deixam tentáculos na pele? Não. Os tentáculos não aderem à pele. O que pode acontecer é ter alguns tentáculos soltos, à deriva na água, e eles grudarem na pele.

6 – E se isso acontece como retirá-los? Eles podem ser retirados com a mão, que tem um tecido mais resistente. Mas o ideal é usar um papel para evitar algum ferimento na mão.

7 – A pessoa que foi ferida por água-viva pode pegar sol? Não é bom. Dependendo do tamanho da área atingida, pode aumentar o ferimento e até dar bolhas, como nos casos de queimaduras.

8 – Depois de passar por esses procedimentos, a pessoa precisa ir a um hospital? As ações de primeiros socorros são muito efetivas. E essas águas-vivas encontradas por aqui são praticamente inofensivas.



Fonte: Gazeta



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais