Notícias

Xô sedentarismo! Novas diretrizes da OMS para prática de atividade física

Compartilhe:     |  29 de novembro de 2020

Que fazer atividade física faz bem, todo mundo está cansado de saber. O que muita gente ainda não sabe é que praticar atividade física é também uma questão de vida ou morte, segundo as novas diretrizes da OMS.

Achou exagero? Pois saiba que, se todo mundo praticasse algum tipo de atividade física, poderíamos evitar até 5 milhões de mortes por ano. Não somos nós que estamos falando, mas sim a OPA (Organização Pan-Americana de Saúde) e a Organização Mundial de Saúde (OMS).

De acordo com a OMS, um em cada quatro adultos e quatro em cada cinco adolescentes não praticam atividade física. Isso faz com que os gastos globais com assistência médica cheguem aos US$ 54 bilhões e US$ 14 bilhões com perda de produtividade, aproximadamente.

Estudos comprovam que praticar atividade física regularmente ajuda a prevenir doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e câncer. Além desses benefícios, é comprovado cientificamente que a atividade física melhora a memória e a saúde mental como um todo, bem como reduz sintomas de depressão e ansiedade.

Quanto praticar?

Pensando nisso, a OMS lançou novas diretivas que recomendam a prática de 150 a 300 minutos de atividade aeróbica moderada a vigorosa por semana para adultos. Já as crianças e os adolescentes precisam de, pelo menos, 60 minutos de atividade física por dia.

É fundamental que as mulheres grávidas se exercitem durante a gravidez e após o parto. Pessoas com doenças crônicas ou incapacitadas também se beneficiam dos exercícios físicos. Os idosos precisam praticar atividade física para melhorar o equilíbrio, a coordenação motora e o fortalecimento muscular, para evitar quedas.

Atividades físicas recomendadas pela OMS

Esse assunto é tão sério que a OMS está incentivando os países a desenvolverem políticas nacionais de saúde. Em 2018, líderes globais de saúde assinaram um plano de ação global que tem como meta reduzir o sedentarismo em até 15%, até 2030.

De acordo com a publicação da OPA, toda atividade física é benéfica, desde caminhada, bicicleta, patinaçãodança, brincadeiras e até mesmo as tarefas domésticas como jardinagem e limpeza. Ou seja, quanto mais exercício, melhor!

O importante é não ficar parado, pois o nosso corpo foi feito para estar em movimento. Contudo, não devemos pensar que praticar atividade física é uma obrigação, mas sim pensar no prazer e nos benefícios que ela nos traz instantaneamente e a longo prazo.

Portanto, se quer ficar vivo, MEXA-SE!



Fonte: GreenMe - Eliane A Oliveira



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Frio: veterinários indicam cuidados com pets

Leia Mais